terça-feira, 8 de dezembro de 2009

O Caso do Terceiro Concurso de Blogueiras da Lola

Olha que legal: estou participando do Terceiro Concurso de Blogueiras do Escreva, Lola, Escreva. A idéia não é ganhar (Qual seria o prêmio em um concurso sobre o tema Maternidade? Um neném? He.), mas ter o blogue divulgado. Bom, né?

O Terceiro Concurso de Blogueiras já produziu um resultado: o Maridinho leu várias postagens concorrentes e anunciou que não quer ter menines. Foi uma mudança de política interna, porque antes ele achava que, como filhos mudam mais a vida da mulher do que do que a do homem (porque afinal ela é que engravida e amamenta), eu é que ia decidir sobre a nossa m/paternidade.

Mas eu nem pisquei, porque isso é um não-problema. Eu deixei para decidir depois, né? Preferencialmente antes dos 50. Muita água vai rolar até lá. Afinal, eu me livrei daquele detalhezinho bobo, o relógio biológico, com a decisão de adotar.

(Eu entendo perfeitamente que as pessoas queiram passar seus genes para a frente. Mas, sinceramente, não acho que meus genes estejam com essa bola toda, não. Eu e o Maridinho somos míopes; ele tem hipotireoidismo, eu tenho colesterol suspeito. É verdade que a altura e o senso de direção do Maridinho são caracteres a se preservar, mas provavelmente a minha falta e noção geográfica e meu pouco mais de metro e meio iam neutralizar essas vantagens evolutivas. E nos acho bem inteligentes, mas não há qualquer garantia que os herdeiros também sejam. Na verdade, estou certa de que eles vão odiar ler. E, independentemente da quantidade de neurônios, é claro que eles vão querer passar os carnavais na Bahia ouvindo axé, véi. Ou pagode, só pra contrariar, trocadilho incluso.)

6 comentários:

  1. Ahahaha, muito bom! Os seus genes são otimos! Tbm tenho as mesmas duvidas, ter filhos, adotar? E essa hitoria de relogio-biologico é papo furado. Tipo, "chega uma hora que o desejo incontrolavel de ter filhos chega em toda mulher". Pfff. Balela! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ha ha, acho que falta a sua auto-crítica à maior parte das pessoas. Elas não reconhecem que seus genes não estão com essa bola toda...
    Obrigada por divulgar o concurso, Lud!

    ResponderExcluir
  3. Contanto que eu tenha sobrinhos ;D

    ResponderExcluir
  4. véi, qual o problema de passar o carnaval na Bahia ouvindo axé? fica aí sendo toda progressista e feminista e preconceituosa em relação às sonoridades brasileiras... humpf! =)

    ResponderExcluir
  5. Amanda,
    concordo plenamente: "desejo incontrolável" é a mãe (com trocadilho)!

    Lola, de nada!

    Daninha,
    acho que você deve centralizar as suas esperanças na Isa... porque até eu fazer 50 anos demora, né?

    Isinha,
    você tem razão: ficou parecendo que a falta de inteligência dos meus herdeiros é razão direta da vontade de passar o carnaval em Salvador. Deixeu lá corrigir.

    ResponderExcluir
  6. muito melhor!
    carnaval na bahia, independente do axé, é fantástico! =D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...